terça-feira, 24 de agosto de 2010

"Criatividade" funkeira

Nháaaaa!

Há algumas semanas, estava no elevador com duas amigas e conversávamos sobre a "criatividade" do funk carioca. Então resolvi trazer o assunto pra cá também. Acho que existe uma receita, um modo de fazer a letra do funk. Basta usar algumas palavras ou termos, juntar alguns nomes e em seguida, adicionar o "batidão"... E o funk já está pronto!

Vejamos o exemplo:

substantivo Luciana + verbo pegar + verbo rebolar + substantivo cama

Viraria algo assim:

"Lucianaaaaaaa! Vou te pegar e vai rebolar pra mim na caaamaaaaaa!"

Viu como é fácil e criativo?

Mais um exemplo:

Substantivo Fulaninha + adjetivo amorzinho + substantivo tapinha

"Fulaninhaaaaaaa, você é o meu amorzinhoooooo!
Fulaninhaaaaaaaa, vou te dar um tapinhaaaaaa!"

Demais, né!?! rs

Acho que vou "criar" uma letra desse tipo, fazer uma dieta e usar roupas da Pixação e calça da Gang e depois gravar um funk! Ganho uma graninha e depois me candidato à deputada! Hahahaha


Entrando nessa onda, Marcelo Adnet e cia, da Comédia MTV, fizeram um funk chamado "Gaiola das Cabeçudas", que faz uma paródia à "Gaiola das Popozudas". A letra retrata apenas personalidades da História e Filosofia e ficou S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!!! Coisas que a gente NUNCA ouviria num funk carioca. Vale a pena dar uma conferida:




Não é à toa que sou fã do Adnet!! hehehe

Beijos,

Jackie.