sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

A era dos reality shows




Nháaaaa!

Hoje é o meu primeiro post oficial. Decidi falar um pouco dessa febre dos reality shows.

Não sei se estou correta, mas acho que primeiro reality aqui no Brasil foi o No Limite e desde então começou a febre. Confesso que assisto alguns e até acho interessante, mas não sou seguidora a ponto de comprar um PPV.

No final do ano passado, a Record também começou a investir nessa área e nos trouxe A Fazenda, um reality com famosos (ou candidatos a famosos)... Já está na sua segunda edição e continua tão sem graça como o anterior. O apresentador então... melhor deixar quieto! rs

Esta semana começou a edição 10 do BBB Brasil... Cara, já tem 10 anos!!! E continua com o mesmo sucesso. Mas esse ano até achei os escolhidos mais... "bem escolhidos", digamos assim. Há uma doutora em Linguística (eu achava o trema tão charmoso!), uma dentista, uma drag, uma lésbica, um cheio de músculos... E percebi também que não se preocuparam com a questão do "corpos sarados e/ou magros".
Mas o que me pergunto (até pra mim mesma) é: Porque as pessoas são tão interessadas em saber como o outro se comporta enclausurado numa casa? Se não se interessassem, não teria toda essa audiência... Alguém me explica?

Houve outros como o Fama, que era bem bacana, que nos trouxe cantores bons como o Ivo Pessoa e Marina Elali e só. Os campeões não ouço mais fala... Cadê a Vanessa Jackson? E aquele outro menino? Aliás, nunca aceitei o fato do Ivo não ter vencido... desde quando o público entende de música? O público está preocupado com a estética, com a bonitinha...

Mas há ainda muito mais por aí. O SBT também entrou na briga pela audiência e trouxe o Solitários, que aliás, foi o pior dos últimos tempos. Aquilo não é reality, mas sim uma crueldade em rede nacional. E o prêmio nem é R$1.500.000,00!!! Fala Sério!!

E vc, toparia ir pra um reality show? Por causa da grana? Da fama? Por desafio? Aguentaria tudo aquilo??

Um comentário:

  1. nhá-í!
    As pessoas assistem a realities pelo mesmo motivo que escrevem e leem blogs. Somos todos fofoqueiros.

    ResponderExcluir