terça-feira, 13 de julho de 2010

Dia Mundial do Rock




Nháaaaaa!



Hoje é o dia mundial do Rock! E como sou uma roqueira de coração, não poderia deixar de falar do meu estilo musical favorito.

O Rock surgiu na década de 50 nos EUA com Bill Haley, Chuck Berry, Little Richard e Elvis Presley , que uniram ritmos como o country, rhythm e blues no mesmo som.



Nos anos 60 surgiu a maior banda de todos os tempos: The Beatles. Em seguida vieram o Bob Dylan e The Rolling Stones. No final da década de 60 houve o Festival de Woodstock, que foi tornou-se o símbolo desta década no clima super paz e amor.



Nos anos 70 surgiu o rock tornou-se mais popular e sua batida ficou mais forte e pesada, com o surgimento de bandas como Led Zeppelin, Black Sabath, Deep Purple, The Doors, Pink Floyd, Queen e Yes. Nesta década surgiu o videoclipe.



Nos anos 80 surgiram vários estilos de rock. O New Wave fez muito sucesso com seu ritmo dançante, as bandas que mais de destacaram foram The Clash, The Smiths, e Talking Heads. Surgiu também o canal de totalmente voltado para música e impulsiona mais ainda o rock n’ roll: a MTV. Aliás, devo ressaltar que atualmente a programação da MTV está horrível. A idéia inicial do canal morreu de forma trágica. E hoje só há programas chatos e sem graça, com exceção de 15 minutos e poucos. Tenho saudades do MTV no ar com Zeca Camargo, Disk MTV e Top 20 Brasil com Astrid Fontenelle... Bons tempos!

Voltando... Uma banda voltada para letras de protesto e com forte caráter político começa a fazer sucesso: U2. Madonna e Michael Jackson surgiram um estilo pop mais dançante.



Os anos 90 foram marcados pelas fusões de ritmos diferentes do rap, reagge, funk e heavy metal como a bandas Red Rot Chilli Peppers e Faith No More. Nesta década surgiu o grunge, com as bandas de Seatle como Nirvana, Alice in Chains e Pearl Jam. Surgiram também as bandas Green Day e Oásis.



No Brasil o rock surgiu com a cantora Celi Campello com os sucessos “Banho de Lua” e “Estúpido Cupido”, no início dos anos 60. Roberto Carlos e a Jovem Guarda apareceram em meados desta década com letras românticas e ritmo acelerado.

Na década de 70 conhecemos Raul Seixas, Secos & Molhados. E no final desta década surgiram bandas com letras voltadas para o cotidiano e temas mais urbanos como Capital Inicial, Legião Urbana, Barão Vermelho, Ultraje a Rigor, Kid Abelha e os Abóboras Selvagens, Blitz, Paralamas do Sucesso e Titãs.



Raulzito


Nos anos 90 surgiram bandas como Jota Quest, Pato Fu, Raimundos, Skank entre outros.

Atualmente rock no Brasil está voltado para o Emo e Happy Rock como NXZero, Strike, Fresno, Cine... que sinceramente não fazem a minha cabeça. Masssss eles estão ai e fazem muito sucesso com os jovens... fazer o quê, né? Rs



Aliás, o 13 de julho é o dia mundial do rock porque nesta data no ano de 1985 houve o Live Aid, um concerto que ocorreu simultaneamente em Londres e Filadélfia. Organizado por Bob Gedolf o concerto tinha com o objetivo de ajudar as vítimas da fome da Etiópia, África. As atrações destes shows foram Queen, Dire Straits, U2, David Bowie, Phil Collins entre outros.



Então, galera, hoje é dia de ouvir muito rock n’ roll!! Eu não coloquei todas as bandas que eu amo até porque a minha lista é enorme! Mas não posso deixar de dizer as minhas favoritas: Legião Urbana, Hoodoo Gurus, Dave Mathews Band, Kid Abelha, Rush, Pear Jam, U2, Blink 182, The Smiths, The Beathes, Raul Seixas, Ramones, Raimundos, Spy vs. Spy... bom acho melhor parar! Rs

Meu querido Dave Matthews



Shows bacanas que acontecerão no Brasil:


Peter Frampton

Dia 17/07, na Via Funchal em Sampa;

Dia 18/07, em Belo Horizonte.


Scorpions

Dia 18/07, no Credicard Hall, em Sampa;


Bon Jovi

Dia 06/10, no Estádio do Morumbi, SP;


Dave Matthews Band

Dia 08/10, no HSBC Arena, Rio; (Sim, eu vou!)


Rush

Dia 08/10, no Estádio do Morumbi, SP;

Dia 10/10, na Praça da Apoteose, Rio; (sim, eu vou!)


Green Day

Dia 15/10, HSBC Arena, Rio;

Dia 20/10, No Anhembi, SP;


“Rock n’ roll can never die” Neil Young.



Até o próximo post!



Beijos,



Jackie.


Um comentário:

  1. Oh oh
    Nossa velha Fluminense!
    Mas a gente não pode esquecer das bandas contemporâneas, que continuam dando o gás necessário, não é?
    Cara, eu não sabia do show do Rush. É sensacional o som no show deles, tudo muito lírico, tirando a platéia chatíííííssima.

    ResponderExcluir